Vereadores da Bancada do PT-SP se mobilizam em defesa de Lula

0
760

Bancada de Vereadores do PT de São Paulo segue ao lado da democracia e do presidente que tirou milhões de brasileiras e brasileiros da extrema pobreza. No dia do julgamento do habeas corpus do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no Supremo Tribunal Federal, nesta quarta-feira (4), os vereadores do PT na Câmara Municipal de São Paulo manifestaram apoio a Lula e pediram justiça ao ex-presidente.

O vereador Antonio Donato Madormo , líder da Bancada do PT, convoca a população da capital apulista para defender o maior presidente que o Brasil já teve. “Defender a liberdade de Lula é defender o direito democrático de todo brasileiro poder opinar nas urnas em outubro. Uma eleição sem o nome de Lula nas urnas é fraude. O primeiro passo da direita golpista é prender o Lula, e nós não podemos deixar que isso aconteça”, ressaltou Donato.

A vereadora Juliana Cardoso manda o seu recado de solidariedade a Lula e pede que nesta quarta-feira (4) seja um dia de luta e vigília em defesa de Lula e da democracia.

O vereador Alessandro Guedes também demonstra apoio a Lula e reforça que somente o povo brasileiro pode julgar o ex-presidente.

Para o Vereador Arselino Tatto, o que estão fazendo com o ex-presidente Lula é uma verdadeira caça às bruxas. “Nós queremos Lula livre para disputar as eleições. O Brasil quer o Lula. Quem não quer o Lula são os poderosos, porque não admitem que um presidente da República lute e apoie os trabalhadores. Não vamos permitir que Lula vá preso”.

“Espero que os ministros do Supremo Tribunal Federal lhe concedam o habeas corpus e a oportunidade de você transmitir a eles o esclarecimento completo de tudo que aconteceu na sua vida. Que o povo brasileiro possa ter o direito de escolher o presidente da República”, pede o vereador Eduardo Suplicy em recado ao ex-presidente:

Vereador Jair Tatto também convoca a população de São Paulo para ocupar as ruas da cidade em defesa de Lula e denuncia a perseguição da elite contra o maior líder popular da história do Brasil. “Trata-se de um presidente que teve mais de 80% de aprovação popular, e isso preocupa a grande mídia e a burguesia. Nós compreendemos que eleição sem Lula é fraude. É contra a vontade popular. Eleição sem o presidente Lula é uma democracia manchada”.

Vereador Senival Moura declara que o ex-presidente Lula é inocente e está sendo condenado por um crime que não cometeu. “O crime que Lula cometeu é de ter ajudado muita gente, especialmente os que mais precisam: a população mais pobre em todo o Brasil, o povo do Nordeste e por ter levado água pro sertão. E isso faz com que a elite se revolte”.

Vereador Alfredinho considera que o Brasil vive um momento muito grave com a tentativa de tirar o ex-presidente Lula das próximas eleições e pede que o povo fique atento para mais esse golpe no país. “O direito de Lula ser candidato é um direito sagrado pela Constituição e pela preferência da grande maioria da população brasileira”.

LEAVE A REPLY

Or
Please enter your comment!
Please enter your name here