NOTA DA BANCADA DE VEREADORES DO PT DA CIDADE DE SÃO PAULO – EM DEFESA DA DEMOCRACIA, CONTRA O GOLPE, O ÓDIO E A INTOLERÂNCIA

0
986

Temos acompanhado com perplexidade a crescente onda conservadora que se embrenha no Brasil. A política brasileira tornou-se palco de um intenso processo de judicialização, que se trasveste de combate à corrupção, quando na verdade é tão somente um análogo das armadilhas golpistas que deflagraram um golpe de Estado (1964-1985) que resultou em vinte e um anos de censura, perseguição, violência, “desaparecimentos” e até assassinatos.
A bancada de vereadores do PT se solidariza com os estudantes da PUC-SP duramente reprimidos pela Polícia Militar de São Paulo, que mais uma vez esteve a serviço da truculência e do Estado de exceção. A mesma PUC que no último dia 16 de março foi palco de um importante ato em defesa da legalidade democrática, reunindo juristas, artistas, intelectuais, entidades do movimento social e importantes expressões da nossa sociedade, viu sua bandeira pervertida pelo ódio.
Repudiamos mais uma nada variada ação seletiva, arbitrária e abusiva da PM, que usou de violência desproporcional ao atacar estudantes que democraticamente se manifestavam. Tempos sombrios estes em que o braço armado do Estado reprime atos consagrados da Constituição Brasileira, como o direito à livre manifestação.
Entristece-nos notar que tal prática tornou-se recorrente, abrindo caminho para outras arbitrariedades como o vazamentos seletivos de informações, grampos telefônicos sem critérios, espetacularização de operações policiais e a intervenção do Judiciário nos demais poderes da Nação. Violações de direitos que chegam ao cúmulo de perseguir sistematicamente um ex-presidente da República, atribuindo-lhe crimes para os quais nenhuma evidência foi constatada e o levando a depor coercitivamente apesar da notada prática de cooperação em investigações.
Os relatos de violência gratuita e incitações agressivas alertam para a necessidade de refletirmos sobre a ausência de limites na arena da política. O vale-tudo não nos interessa.
A solidariedade e o respeito à diversidade de opiniões são valores intransigentes da democracia e pilares fundamentais do Partido dos Trabalhadores desde a sua fundação. Não abriremos mão de permanecer perseguindo estes valores.
O Brasil que queremos não prescinde da democracia, mas a tem como vetor para a consolidação de direitos e promoção de justiça social.
Seguiremos na luta! Golpistas: não passarão!
Bancada de Vereadores do PT da Cidade e São Paulo
Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!