NOTA DA BANCADA DE VEREADORES DO PT DA CIDADE DE SÃO PAULO – EM DEFESA DA DEMOCRACIA, CONTRA O GOLPE, O ÓDIO E A INTOLERÂNCIA

0
776

Temos acompanhado com perplexidade a crescente onda conservadora que se embrenha no Brasil. A política brasileira tornou-se palco de um intenso processo de judicialização, que se trasveste de combate à corrupção, quando na verdade é tão somente um análogo das armadilhas golpistas que deflagraram um golpe de Estado (1964-1985) que resultou em vinte e um anos de censura, perseguição, violência, “desaparecimentos” e até assassinatos.
A bancada de vereadores do PT se solidariza com os estudantes da PUC-SP duramente reprimidos pela Polícia Militar de São Paulo, que mais uma vez esteve a serviço da truculência e do Estado de exceção. A mesma PUC que no último dia 16 de março foi palco de um importante ato em defesa da legalidade democrática, reunindo juristas, artistas, intelectuais, entidades do movimento social e importantes expressões da nossa sociedade, viu sua bandeira pervertida pelo ódio.
Repudiamos mais uma nada variada ação seletiva, arbitrária e abusiva da PM, que usou de violência desproporcional ao atacar estudantes que democraticamente se manifestavam. Tempos sombrios estes em que o braço armado do Estado reprime atos consagrados da Constituição Brasileira, como o direito à livre manifestação.
Entristece-nos notar que tal prática tornou-se recorrente, abrindo caminho para outras arbitrariedades como o vazamentos seletivos de informações, grampos telefônicos sem critérios, espetacularização de operações policiais e a intervenção do Judiciário nos demais poderes da Nação. Violações de direitos que chegam ao cúmulo de perseguir sistematicamente um ex-presidente da República, atribuindo-lhe crimes para os quais nenhuma evidência foi constatada e o levando a depor coercitivamente apesar da notada prática de cooperação em investigações.
Os relatos de violência gratuita e incitações agressivas alertam para a necessidade de refletirmos sobre a ausência de limites na arena da política. O vale-tudo não nos interessa.
A solidariedade e o respeito à diversidade de opiniões são valores intransigentes da democracia e pilares fundamentais do Partido dos Trabalhadores desde a sua fundação. Não abriremos mão de permanecer perseguindo estes valores.
O Brasil que queremos não prescinde da democracia, mas a tem como vetor para a consolidação de direitos e promoção de justiça social.
Seguiremos na luta! Golpistas: não passarão!
Bancada de Vereadores do PT da Cidade e São Paulo
Diretório Municipal do Partido dos Trabalhadores

LEAVE A REPLY

Or
Please enter your comment!
Please enter your name here