Câmara reajusta remuneração da Operação Delegada

0
1628

A Câmara de São Paulo aprovou nesta quarta-feira, 12, o Projeto de Lei (PL) 266/2018, de autoria do Executivo, que altera a remuneração dos Policiais Militares (PM) que exercem atividade municipal delegada ao Estado de São Paulo por meio de convênio celebrado com o Município de São Paulo (Operação Delegada).

A matéria, que já havia sido aprovada em primeiro turno na última semana, foi aprovada definitivamente em votação simbólica, com uma emenda apoiada por todos os vereadores para incluir a Guarda Civil Metropolitana (GCM) no escopo da matéria. Os valores passam a ser reajustados anualmente pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), sendo que os valores de remuneração passam a ser os seguintes:

  • R$ 35,66 aplicável ao Coronel, Tenente-Coronel, Major, Capitão, 1º Tenente, 2º Tenente e Delegado de Polícia e níveis III e IV da GCM;
  • R$ 28,87 aplicável ao Subtenente, 1º Sargento, 2º Sargento, 3º Sargento, Cabo, Soldado e Policial Civil que não seja Delegado de Polícia e níveis I e II da GCM.

Havia, inclusive, uma emenda da Bancada do PT com teor semelhante, que foi retirada por estar contemplada na emenda coletiva aprovada.

A Bancada do PT votou favorável ao projeto atualiza a remuneração de servidores, contudo, vale ressaltar que o projeto foi encaminhado pelo Executivo à Câmara em 2018 e os valores foram votados da com base no que foi encaminhado há dois anos, sem atualização.

De acordo com a Prefeitura, o Estado de São Paulo, por meio da PM, tem encontrado dificuldades para preencher as vagas disponibilizadas no Plano de Trabalho integrante do convênio hoje em vigor. A última revalorização da gratificação ocorreu em 2015 e, por conta disso, a Prefeitura relata que atualmente sobram vagas e recursos financeiros, comprometendo a eficácia e a efetividade das ações fiscalizatórias que se verificam no âmbito dessas atividades.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!