Justiça manda Alckmin entregar contratos do Merendão

0
517

Desembargador Sérgio Rui da Fonseca, relator da “Máfia da Merenda” no Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou que a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo entregue cópia de todos os procedimentos administrativos, contratos, aditamentos e pagamentos a cooperativas que estão sob investigação da Operação Alba Branca; governo Geraldo Alckmin deve disponibilizar todas as informações relativas a gêneros alimentícios destinados à merenda escolar da rede de ensino estadual nos últimos seis anos; entre eles, os fornecidos pela Coaf enquanto presidida por Cássio Chebabi.
merendaoO desembargador Sérgio Rui da Fonseca, relator da “Máfia da Merenda” no Tribunal de Justiça de São Paulo, determinou que a Secretaria da Educação do Estado de São Paulo entregue cópia de todos os procedimentos administrativos, contratos, aditamentos e pagamentos a cooperativas que estão sob investigação da Operação Alba Branca.
A secretaria do governo Alckmin deve disponibilizar todas as informações relativas a gêneros alimentícios destinados à merenda escolar da rede de ensino estadual nos últimos seis anos.
Entre as entidades suspeitas de participarem do esquema de superfaturamento e pagamento de propina no fornecimento da merenda estão a Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar (Coaf), a Associação Orgânica de Bebedouro (AAOB) e a Horta Mundo Natural Ltda. As três tiveram o sigilo bancário e fiscal quebrados pela Justiça.
Nesta semana, o desembargador decretou a quebra de sigilo bancário do presidente da Assembleia Legislativa, Fernando Capez (PSDB), dos ex-chefes de Gabinete da Casa Civil e da Educação do governo Alckmin, respectivamente Luiz Roberto dos Santos, o “Moita”, e Fernando Padula, além de outras nove pessoas suspeitas de envolvimento na máfia da merenda escolar investigada na Operação Alba Branca (leia mais).
À frente da pasta há menos de um mês, o secretário José Renato Nalini  afirmou que o suposto esquema de superfaturamento e cobrança de propina em contratos da merenda escolar representa um “valor ínfimo dos gastos da secretaria”.
Fonte: SP247

LEAVE A REPLY

Or
Please enter your comment!
Please enter your name here