Parque do Bixiga aguarda sanção do Executivo

0
1018

Após ter sido aprovado em segunda votação pela Câmara Municipal no último dia 13 de fevereiro, o projeto de lei que cria o Parque Municipal Bixiga aguarda a sanção ou veto do prefeito Bruno Covas (PSDB). O Executivo tem 15 dias úteis para tomar a decisão, prazo este que se encerra no próximo dia 13 de março, sexta-feira; caso o Executivo não delibere, o encaminhamento fica a cargo do presidente da Câmara. O projeto foi assinado por 27 vereadores, dentre eles Alessandro Guedes, Alfredinho, Antonio Donato, Eduardo Suplicy, Juliana Cardoso, Reis e Senival Moura.

A primeira votação da matéria foi em setembro de 2019.

A disputa pelo terreno, entretanto, não se encerra mesmo com o êxito da luta pela sanção de Covas, mas a participação da Prefeitura de São Paulo possibilita a busca de soluções que antes não se apresentavam. Uma das possibilidades é que o Grupo Silvio Santos, proprietário do terreno, receba Declaração de Potencial Construtivo Transferível, que possibilita ao proprietário do imóvel transferir para outro local da
cidade o potencial construtivo oferecido pelo seu imóvel, a ser transformado em parque. O instrumento, chamado Transferência do Direito de Construir, é previsto no plano diretor. Esta foi a saída utilizada para solucionar o impasse do parque Augusta.

Outra solução seria oferecer terrenos públicos para o Grupo Silvio Santos.

O Parque do Bexiga é fruto de uma luta de mais de 40 anos do grupo Teatro Oficina, em especial de José Celso Martinez. O vereador Suplicy tem acompanhado o processo de parto. “Amigo de longa data de Zé Celso, estamos mais uma vez juntos por essa nobre causa. Em fevereiro, aprovamos o projeto de lei que cria o Parque, do qual sou co-autor junto a diversos de meus colegas Vereadores”, comentou o petista em suas redes sociais.

O parlamentar teria uma reunião para tratar da sanção do projeto com o Secretário da Casa Civil, Orlando Faria, mas que foi cancelada devido o nascimento da filha do Secretário. Contudo, em diálogo com o Secretário Adjunto da Casa Civil, Alcides Fagotti Junior – que se pronunciou favorável ao projeto – e na presença da arquiteta Marilia de Oliveira Cavalheiro Gallmeister, representantes do bairro e da comunidade da Paróquia Nossa Senhora Aparecida, o parlamentar recebeu a informação de que a propositura foi enviada para diferentes Secretarias emitirem seus pareceres.

A audiência com o secretário da Casa Civil deve ser remarcada novamente ainda nesta semana. “Continuaremos na luta pela sanção e pela criação do Parque do Bexiga”, afirmou Suplicy.

Com informações da Assessoria do Mandato do Vereador Eduardo Suplicy

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!