Protesto denuncia a pivatização do Hospital do Campo Limpo

0
2054

Um protesto nesta terça-feira, 14, reuniu centenas de pessoas em frente ao Hospital Municipal do Campo Limpo “Dr. Fernando Pires da Rocha”, que se mobilizaram contra a privatização da unidade. O ato, que ocorreu de forma pacífica e seguindo orientações sanitárias, foi organizado pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de São Paulo, pelo Fórum de Saúde do Campo Limpo, pelo Movimento Popular de Saúde do M’Boi Mirim e a Coligação Saúde Paulistana.

Os manifestantes são contra a entrega da administração do Pronto-Socorro, UTI Adulto e Pediátrica, centro cirúrgico, clínicas ortopédica e médica, leitos da internação e atendimentos ambulatoriais do Hospital do Campo Limpo para a Organização Social de Saúde (OSS) Hospital Israelita Albert Einstein, anunciada pela Prefeitura para o dia 1º de agosto.

Por volta das 12h30, os manifestantes ocupavam duas faixas da Estrada de Itapecerica e seguiam no sentido do Terminal João Dias.

Além da participação expressiva dos trabalhadores da unidade, o ato também contou com o apoio do Sindicato dos Médicos, Sindicato dos Enfermeiros, Confederação dos Trabalhadores no Serviço Público Municipal e de representações de diversos movimentos populares da região. Também participaram da mobilização lideranças do Partido dos Trabalhadores (PT), inclusive os vereadores Alfredinho (Líder da Bancada do PT), Juliana Cardoso e Reis.

https://www.facebook.com/alfredinhopt/posts/3128778350524949

Assista a intervenção da vereadora Juliana Cardoso:

https://www.facebook.com/vereadora.juliana/posts/3444101242307449

Veja também a fala do vereador Reis:

https://www.facebook.com/1158512120831581/posts/3737969142885853

ENTENDA O CASO

Após a aprovação, com voto contrário da Bancada do PT, do PL 749/2020, que autorizou a extinção de Autarquias e Fundações, o Prefeito Bruno Covas (PSDB) anunciou a terceirização. O tucano não explicou, contudo, vai ficar a situação dos trabalhadores, que afirmam não terem sido informados até o momento se serão transferidos para outra unidade. Além disso, a categoria afirma que os recursos destinados à OS poderiam ser utilizados diretamente para melhorar o atendimento do hospital.

O Hospital Municipal do Campo Limpo é o único hopsital público da região e atende cerca de 650 mil pessoas, além de ser referência na Zona Sul para ortopedia, neurocirurgia e saúde mental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!