CONTRA O RACISMO, A INTOLERÂNCIA E A CENSURA

0
77

A Bancada de vereadores do PT de São Paulo repudia a manifestação de intolerância e tentativa de censura que ocorreu na Câmara dos Deputados, em Brasília, durante a abertura da exposição “(Re)existir no Brasil: Trajetórias Negras Brasileiras”. A atitude foi praticada pelo Deputado Federal Coronel Tadeu (PSL-SP), que vandalizou a peça da exposição que denunciava a violência policial racista.

O desmonte de politicas públicas e direitos sociais promovidos pelo governo de Jair Bolsonaro (PSL) e seus correligionários estimulam o genocídio da juventude negra e fazem as estatísticas de feminicídio contra mulheres negras aumentarem exponencialmente.

Saudamos a posição firme e assertiva da Deputada Federal Benedita da Silva (PT-RJ), que, ao lado de outras parlamentares comprometidas com a luta antirracista, não se intimidou diante da truculência e denunciou oficialmente e com um discurso histórico no plenário, o ato covarde do deputado do PSL. Sabemos, entretanto, que a única forma combater esse tipo de postura é ampliando a participação de deputadas e deputados negros e comprometidos com as bandeiras de luta para combater o racismo.

Nos solidarizamos, ainda, com a Deputada Federal Maria do Rosário (PT-RS), mais uma vez agredida nas dependências da Câmara por um grupo de apoiadores de outro deputado do PSL, Daniel Silveira (RJ, aquele que ganhou notoriedade ao quebrar a placa com a denominação de Marielle Franco). O racismo e a misoginia se constituem como pilares da conduta daqueles que não prescindem de seus privilégios e não toleram a diversidade e o debate de ideias.

Seguiremos honrado as memórias de Zumbi e Dandara dos Palmares, assim como a de Marielle Franco, e lutando por justiça, contra o racismo e para reparar a dívida histórica que a elite brasileira possui com o povo negro. Povo esse que descende daqueles que foram escravizados e permanecem vítimas do racismo institucional.

LEAVE A REPLY

Or
Please enter your comment!
Please enter your name here