84 anos da conquista do voto feminino no Brasil

0
1059

O dia 24 de fevereiro de 1932 tornou-se um marco na história das mulheres brasileiras, que após intensa campanha nacional e muitos anos de reivindicações e discussões conquistaram o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.
O código eleitoral Provisório (Decreto 21076), publicado durante o governo de Getúlio Vargas condicionava o voto somente às mulheres casadas, com autorização dos maridos, e às viúvas e solteiras que tivessem renda própria, restringindo o exercício de um direito básico para o pleno exercício da cidadania.
Em 1934 essas restrições foram eliminadas, mas a obrigatoriedade do voto permanecia como um dever masculino. A conquista nas condições de igualdade entre mulheres e homens no exercício da cidadania só foi alcançada em 1946, quando a obrigatoriedade do voto foi estendida às mulheres.
Mesmo após mais de oito décadas desta conquista, a situação da mulher na política ainda é bastante tímida. Na cidade de São Paulo, das 55 cadeiras apenas cinco são ocupadas por mulheres. A bancada do PT elegeu 10 vereadores, apenas uma mulher, a Líder da Bancada, vereadora Juliana Cardoso. As outras vereadoras são Edir Sales (PSD), Noemi Nonato (PROS), Patrícia Bezerra (PSDB) e Sandra TAdeu (DEM).
***CURIOSIDADES***
PRIMEIRA ELEITORA: A primeira mulher a ter o direito de votar no Brasil foi Celina Guimarães Viana, que aproveitou a Lei nº 660/1927, que estabeleceu as regras para o eleitorado solicitar alistamento eleitoral e votou nas eleições de 5 de abril de 1928, na cidade de Mossoró, RN. A Comissão de Poderes do Senado, contudo, não aceitou o voto.
PRIMEIRA PREFEITA: A fazendeira Alzira Soriano de Souza, em 1928, se elegeu na pequena cidade de Lajes, também no Rio Grande do Norte, pioneira no direito ao voto feminino. Mas ela não exerceu o mandato, pois a Comissão de Poderes do Senado impediu que Alzira tomasse posse e anulou os votos de todas as mulheres da cidade.
PRIMEIRA PARLAMENTAR: Nas eleições de 1933, a médica, escritora e pedagoga Carlota Pereira de Queirós foi eleita, tornando-se a primeira mulher deputada federal brasileira. Ela participou dos trabalhos na Assembléia Nacional Constituinte, entre 1934 e 1935.
AS PETISTAS: Ao longo destes 34 anos de bancada na Câmara de São Paulo, o Partido dos Trabalhadores elegeu 12 vereadoras:
Aldaíza Sposati
Claudete Alves
Flávia Pereira
Irede Cardoso
Juliana Cardoso
Lucila Pizani
Luiza Erundina
Soninha
Tereza Lajolo
Terezinha Martins
Tita Dias
Zélia Lopes
fonte: Liderança do PT

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!