84 anos da conquista do voto feminino no Brasil

0
680

O dia 24 de fevereiro de 1932 tornou-se um marco na história das mulheres brasileiras, que após intensa campanha nacional e muitos anos de reivindicações e discussões conquistaram o direito de votar e serem eleitas para cargos no executivo e legislativo.
O código eleitoral Provisório (Decreto 21076), publicado durante o governo de Getúlio Vargas condicionava o voto somente às mulheres casadas, com autorização dos maridos, e às viúvas e solteiras que tivessem renda própria, restringindo o exercício de um direito básico para o pleno exercício da cidadania.
Em 1934 essas restrições foram eliminadas, mas a obrigatoriedade do voto permanecia como um dever masculino. A conquista nas condições de igualdade entre mulheres e homens no exercício da cidadania só foi alcançada em 1946, quando a obrigatoriedade do voto foi estendida às mulheres.
Mesmo após mais de oito décadas desta conquista, a situação da mulher na política ainda é bastante tímida. Na cidade de São Paulo, das 55 cadeiras apenas cinco são ocupadas por mulheres. A bancada do PT elegeu 10 vereadores, apenas uma mulher, a Líder da Bancada, vereadora Juliana Cardoso. As outras vereadoras são Edir Sales (PSD), Noemi Nonato (PROS), Patrícia Bezerra (PSDB) e Sandra TAdeu (DEM).
***CURIOSIDADES***
PRIMEIRA ELEITORA: A primeira mulher a ter o direito de votar no Brasil foi Celina Guimarães Viana, que aproveitou a Lei nº 660/1927, que estabeleceu as regras para o eleitorado solicitar alistamento eleitoral e votou nas eleições de 5 de abril de 1928, na cidade de Mossoró, RN. A Comissão de Poderes do Senado, contudo, não aceitou o voto.
PRIMEIRA PREFEITA: A fazendeira Alzira Soriano de Souza, em 1928, se elegeu na pequena cidade de Lajes, também no Rio Grande do Norte, pioneira no direito ao voto feminino. Mas ela não exerceu o mandato, pois a Comissão de Poderes do Senado impediu que Alzira tomasse posse e anulou os votos de todas as mulheres da cidade.
PRIMEIRA PARLAMENTAR: Nas eleições de 1933, a médica, escritora e pedagoga Carlota Pereira de Queirós foi eleita, tornando-se a primeira mulher deputada federal brasileira. Ela participou dos trabalhos na Assembléia Nacional Constituinte, entre 1934 e 1935.
AS PETISTAS: Ao longo destes 34 anos de bancada na Câmara de São Paulo, o Partido dos Trabalhadores elegeu 12 vereadoras:
Aldaíza Sposati
Claudete Alves
Flávia Pereira
Irede Cardoso
Juliana Cardoso
Lucila Pizani
Luiza Erundina
Soninha
Tereza Lajolo
Terezinha Martins
Tita Dias
Zélia Lopes
fonte: Liderança do PT

LEAVE A REPLY

Or
Please enter your comment!
Please enter your name here