Câmara aprova Projeto de reforma administrativa da Prefeitura de São Paulo

0
1131
São Paulo, 18 de agosto de 2021. Sessão Plenária Extraordinária. | Foto: Afonso Braga

A Câmara Municipal de São Paulo aprovou em primeira votação nesta quarta-feira, 18/08, o PL (Projeto de Lei) 496/2021, de autoria do Executivo. A propositura versa sobre a criação do Programas de Residência Jurídica e de Residência em Gestão Pública. 

Contrários ao desmonte do funcionalismo público, a bancada do PT registrou voto contrário à matéria. O vereador Eduardo Suplicy, líder do PT na Câmara, destaca “A nossa preocupação é em que medida seria importante se assegurar que os servidores públicos sejam contratos após a realização de concursos públicos, e não propriamente de um número tão grande de estagiários, que depois não vão ter uma carreira no serviço público”. 

A Prefeitura de São Paulo tenta fortemente transmitir a imagem de um programa de estágios que visa ampliar o aprendizado e oportunidades no Município, mas nota-se a investida furtiva de precarizar as relações de trabalho.

Audiência Pública

Durante a reunião da Comissão de Administração Pública, realizada na quarta-feira (18/08), os membros aprovaram o requerimento apresentado pelo vereador Arselino Tatto (PT), para a realização de uma Audiência Pública para debater o PL amplamente.

A mesa-redonda híbrida está prevista para a próxima quarta-feira, 25/8, às 13 horas. Muito em breve será possível se inscrever no link oficial do site da Câmara Municipal de São Paulo.

Greve geral

A luta pela permanência dos direitos dos trabalhadores e trabalhadoras levou milhares servidores públicos federais, municipais e estaduais de 19 estados e do Distrito Federal às ruas na manhã e tarde da quarta-feira, 18/08, contra a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 32, da reforma administrativa.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!