Com voto contrário do PT, Câmara aprova aumento para cargos de confiança na prefeitura

0
267

Nesta terça-feira, 26/10, a Câmara Municipal de São Paulo aprovou o Projeto de Lei 651/2021, em segunda votação, com voto contrário da bancada do PT. Em mais um ataque aos servidores municipais, a proposta do prefeito Ricardo Nunes trata sobre a reorganização dos cargos de provimento em comissão, destinados às atribuições de direção, chefia e assessoramento no âmbito da Administração Pública Municipal Direta.

No cenário pandêmico, o aumento médio de 30% se torna escandaloso, já que os beneficiados pela proposta serão apenas os funcionários comissionados, como subprefeitos, chefes de gabinete e secretários adjuntos. 

  • Subprefeito de R$ 19.342,34 para R$ 26.596 – reajuste de 37,5%
  • Chefe de gabinete de R$ 17.408,13 para R$ 21.277 – reajuste de 22,22%
  • Secretário adjunto de R$ 18.375,22 para R$ 24.823 – reajuste de 35%

A bancada do PT destaca que não é possível que alguns sejam tratados com privilégio, em prejuízo de outros. Os parlamentares ainda destacam o agravante cenário da pandemia da Covid-19, que torna os reajustes ainda mais injustos.

Outro ponto ressaltado foi a importância da abertura de novos concursos públicos para preencher as vagas ocupadas por servidores comissionados. 

Quem defende você é o PT: Bancada garante diálogo dos servidores com o governo

O vereador Eduardo Suplicy, líder da bancada, mencionou em Plenário sobre o resultado da reunião com os sindicatos, vereadores do PT, Milton Leite, presidente da Câmara, e Fábio Riva, líder do governo, realizada antes da Sessão Plenária.

Na oportunidade, foram recebidas as principais reivindicações dos servidores públicos municipais em relação ao Projeto de Lei 652/2021, que trata sobre alterações nos vales alimentação e refeição, entre outras gratificações.

Confira:

Confira algumas imagens da Sessão Plenária:

Foto: Luiz França / Rede Camara |
@luizfrancaofotografo
Foto: Luiz França / Rede Camara |
@luizfrancaofotografo

LEAVE A REPLY

Or
Please enter your comment!
Please enter your name here