CPI da Prevent Senior é instalada na Câmara de SP

0
836
Reprodução/ O Dia

Nesta quinta-feira, 07/10, a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Prevent Senior foi instalada na Câmara Municipal de São Paulo. O requerimento para a abertura da CPI foi apresentado pelo vereador Antonio Donato (PT), que assumiu a presidência. 

O parlamentar destacou a importância de sua iniciativa “Aqui não se trata de nenhuma CPI que pretende destruir essa empresa. Muito pelo contrário, a gente quer garantir todos os direitos aos paulistanos e paulistanas que são associados da Prevent Senior. E também aos seus trabalhadores, são cerca de 12 mil trabalhadores. Mas nós não podemos fechar os olhos a práticas que, em alguns casos, já estão caracterizadas como crimes na CPI do Senado”, ressalta.

Foto: João Raposo/Rede Câmara | @raposophoto

Focada na averiguação das ações da operadora de saúde na cidade de São Paulo, os trabalhos da CPI reforçam as investigações que já estão em andamento. A Casa Legislativa aprovou a abertura da Comissão durante a Sessão Plenária realizada no dia 30 de setembro

Requerimentos

Durante a primeira reunião,  11 requerimentos foram aprovados pelos membros. Oito das solicitações foram apresentadas pelo presidente Donato. Confira:

  • A instituição de uma equipe técnica da CMSP para auxiliar os trabalhos da CPI
  • Que o TCM (Tribunal de Contas do Município), a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), o MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo), do CRM (Conselho Regional de Medicina) e do Coren (Conselho Regional de Enfermagem) indiquem representantes para acompanhar os trabalhos da Comissão.
  • Que haja o compartilhamento das informações obtidas pela CPI da Covid no Senado Federal, no que se refere à atuação da Prevent Senior.
  • Que sejam convidados representantes do departamento de Uso e Ocupação do Solo das Subprefeituras e da Covisa (Coordenadoria de Vigilância em Saúde) para prestarem esclarecimentos sobre questões envolvendo a operadora.

CPIs instaladas na Câmara de SP

A CPI é a quarta da Câmara Municipal de São Paulo, já a CPI dos Animais, CPI dos Aplicativos e CPI da Violência Contra as Pessoas Trans e Travestis já estavam instaladas. As CPIs podem durar 120 dias e podem ser prorrogadas até duas vezes por igual período.

As reuniões da nova CPI acontecerão semanalmente às quintas-feiras, a partir das 10 horas. 

Acompanhe no canal oficial no Youtube da Câmara Municipal de São Paulo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui
Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!