CPI da Prevent Senior é instalada na Câmara de SP

0
118
Reprodução/ O Dia

Nesta quinta-feira, 07/10, a CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da Prevent Senior foi instalada na Câmara Municipal de São Paulo. O requerimento para a abertura da CPI foi apresentado pelo vereador Antonio Donato (PT), que assumiu a presidência. 

O parlamentar destacou a importância de sua iniciativa “Aqui não se trata de nenhuma CPI que pretende destruir essa empresa. Muito pelo contrário, a gente quer garantir todos os direitos aos paulistanos e paulistanas que são associados da Prevent Senior. E também aos seus trabalhadores, são cerca de 12 mil trabalhadores. Mas nós não podemos fechar os olhos a práticas que, em alguns casos, já estão caracterizadas como crimes na CPI do Senado”, ressalta.

Foto: João Raposo/Rede Câmara | @raposophoto

Focada na averiguação das ações da operadora de saúde na cidade de São Paulo, os trabalhos da CPI reforçam as investigações que já estão em andamento. A Casa Legislativa aprovou a abertura da Comissão durante a Sessão Plenária realizada no dia 30 de setembro

Requerimentos

Durante a primeira reunião,  11 requerimentos foram aprovados pelos membros. Oito das solicitações foram apresentadas pelo presidente Donato. Confira:

  • A instituição de uma equipe técnica da CMSP para auxiliar os trabalhos da CPI
  • Que o TCM (Tribunal de Contas do Município), a OAB (Ordem dos Advogados do Brasil), o MP-SP (Ministério Público do Estado de São Paulo), do CRM (Conselho Regional de Medicina) e do Coren (Conselho Regional de Enfermagem) indiquem representantes para acompanhar os trabalhos da Comissão.
  • Que haja o compartilhamento das informações obtidas pela CPI da Covid no Senado Federal, no que se refere à atuação da Prevent Senior.
  • Que sejam convidados representantes do departamento de Uso e Ocupação do Solo das Subprefeituras e da Covisa (Coordenadoria de Vigilância em Saúde) para prestarem esclarecimentos sobre questões envolvendo a operadora.

CPIs instaladas na Câmara de SP

A CPI é a quarta da Câmara Municipal de São Paulo, já a CPI dos Animais, CPI dos Aplicativos e CPI da Violência Contra as Pessoas Trans e Travestis já estavam instaladas. As CPIs podem durar 120 dias e podem ser prorrogadas até duas vezes por igual período.

As reuniões da nova CPI acontecerão semanalmente às quintas-feiras, a partir das 10 horas. 

Acompanhe no canal oficial no Youtube da Câmara Municipal de São Paulo.

LEAVE A REPLY

Or
Please enter your comment!
Please enter your name here