Nota pública do Setorial Municipal de Educação do PT de São Paulo

0
110

Nós, Educadoras e Educadores do Setorial Municipal de Educação do PT de São
Paulo observamos, na atual gestão, um descompasso frente às tratativas com os
profissionais da educação que se mantém em uma virtuosa e legítima greve pela
vida.

Os servidores da Educação sempre trabalharam com o intuito de manter e avançar
as boas práticas, de forma a atender nossos bebês, crianças, jovens, adultos e
familiares de nossa comunidade educacional.

Não é razoável que a administração da maior cidade da América Latina e,
consequentemente, da maior Rede de Educação do Brasil, trate seus servidores de
forma tão inconsequente, deixando de agir propositivamente nas conversas com
entidades de representação dos trabalhadores, e sem a seriedade que o momento
tão delicado sugere.

O encaminhamento adotado pela Secretaria Municipal de Educação, que insiste no
desconto dos dias parados pelos trabalhadores em greve, é desproporcional frente
ao cenário de uma pandemia sem precedentes no mundo e que no Brasil já matou
quase 450 mil pessoas.

A postura da Dirigente da Diretoria Regional de Educação de São Mateus,
solicitando a presença de força policial para constranger os (as) trabalhadores (as),
reflete a falta de sensibilidade e de conversa com os (as) profissionais da Rede
Municipal de Ensino.

Portanto, repudiamos toda e qualquer ausência de diálogo e, principalmente, a
atitude truculenta no trato com os (as) servidores (as) da Educação do município
de São Paulo

SÃO PAULO, 13 DE MAIO DE 2021.

MARIA FILOMENA FREITAS SILVA
COORDENAÇÃO DO SETORIAL MUNICIPAL DE EDUCAÇÃO DO PT SÃO PAULO

Confira o documento:

LEAVE A REPLY

Or
Please enter your comment!
Please enter your name here