Prefeitura de São Paulo suspenderá distribuição de alimentação aos mais vulneráveis

0
160

Na última segunda-feira, 20/09, o presidente do Movimento Estadual da População de Rua de São Paulo, Robson Mendonça, se acorrentou aos portões da Câmara Municipal de São Paulo em protesto ao encerramento do Programa Rede Cozinha Cidadã, criado pelo município para proporcionar segurança alimentar às pessoas em situação de vulnerabilidade.

A Prefeitura interrompeu em 80% a distribuição das 10 mil marmitas que estavam chegando diariamente aos sem-teto da cidade de São Paulo e, nos próximos dias, o cenário parece ainda mais preocupante. “A partir do dia 25 será encerrada a distribuição das 2.000 marmitas restantes”, destacou Robson.

O líder da bancada do PT, o vereador Eduardo Suplicy, dialogou com Robson durante sua manifestação e se certificou que ele será recebido pelo presidente da Casa Legislativa nesta quarta-feira (22).

Além das manifestações nas redes sociais, o líder se pronunciou durante a Sessão Plenária transmitida no início de setembro. “É de extrema necessidade que se faça uma transição para algum outro programa e que garanta a segurança alimentar. Vale ressaltar que a pandemia ainda não acabou”, destaca.

LEAVE A REPLY

Or
Please enter your comment!
Please enter your name here